Linguagem de Programação

Published:

This essay has been submitted by a student. This is not an example of the work written by our professional essay writers.

Linguagem de Programação

O que são?

São uma forma de descrever e comunicar um processo computacional. Podem ser utilizadas para estudar algoritmos e para os definir de modo não ambíguo. E desde o aparecimento do computdor que o Homem ficou consiente de que seria necessário encontrar um método padronizado para expressar processos computacionais.

Qual a sua utilidade/objectivo?

As linguagens de programação têm como um dos seus principais objectivos a tarefa de permitir que os programadores tenham uma maior produtividade, criando, assim as condições para que estes passem mais facilmente e rapidamente as suas intenções ao engenho.

Estes programas criados pelos programadores ajudam, hoje em dia, de forma muito positiva as empresas, já que manterem registos de compras/vendas, stocks, entre outros tornou-se muito mais facil, e amigo do ambiente. Antigamente tudo era registado em folhas hoje em dia simplesmente guarda-se a informção em formato digital e se posta online esta informação pode ser acessida em qualquer parte do mundo.

Como evoluiram as linguagens de prograçao?

Linguagens de baixo nível: O código máquina, em 0's e 1's, e a sua representação em Assembler, já faz uso de pequenas abreviações , chamadas de mnemónicas. Este processo parece bastante simples visto só usar 0's e 1's mas isto não é verdade, pois é uma linguagem usada apenas por especialistas devido á elevada probabilidade de ocurrerem erros, e também pelo processo que envolve, sendo este bastante enfadonho. Linguagem binária, e Assembly.

Linguagens de nível médio: São linguagens algorítmicas, precisas, procedimentais (apoiadas sobre processos), quantitativas. Função determinante no cálculo numérico.

Exemplos:

Simula e Pascal.

Linguagens de alto nível: Direccionadas para o processamento simbólico, como cálculo formal, manipulação de fórmulas algébricas, processamento de língua natural, levando à criação de programas mais abstractos. O programador descreve o problema em função de relações sobre objectos. Com uma descrição exacta o computador resolverá o problema sem qualquer outra intervenção.

Exemplos:

Basic, SQL, PROLOG, Haskell, C, C++.

Ou seja as linguagens evoluíram de uma forma de 0's e 1's bastante complexa, para uma linguagem de escrita em Inglês “técnico”, isto significa que o programa é efectivamente escrito em Inglês mas tem abreviaturas e termos próprios a cada linguagem de programação.

Isto aconteceu principalmente devido á necessidade do ser Humano de simplificar as coisas não só para o próprio mas como para outros, pois as as linguagens criadas de programação levam a que pessoas sem conhecimentos muito profundos de informática possam criar e inventar novos programas e funcionalidades, levando assim, um dia á conquista mundial! (Segundo o meu professor de API-B)
Visual Basic

Características e dados:

Visual Basic é uma linguagem de programação criada pela Microsoft. É baseada fortemente em BASIC, podendo mesmo chegar a dizer-se que este é o seu antecessor.
O Visual Basic foi criado com o intuito de ser utilizado por todo o tipo de programadores, sejam estes iniciantes ou especialistas. Os formulários são criados utilizando técnicas de “drag ‘n drop” (arrastar e soltar).

Uma variedade de ferramentas é utilizada para colocar controlos (por exemplo, caixas de texto, botões, barras de progresso, calendários, entre muitos outros) no formulário. Os controlos têm atributos e manipuladores de eventos associados aos mesmos. Os valores padrão são fornecidos quando o controlo é criado, mas podem ser alterados pelo programador.

Um aplicativo Visual Basic pode consistir de uma ou mais janelas conforme o previsto pelo sistema operacional. As caixas de diálogo com menos funcionalidades (por exemplo, não maximizar / minimizar controle) podem ser usadas para fornecer pop-up's. Controlos fornecem a funcionalidade básica da aplicação, enquanto os programadores podem inserir lógica adicional de manipuladores de eventos adequado. Um manipulador de evento é evocado quando um item é seleccionado, que pode executar código adicional criado por um programador para realizar alguma acção com base no elemento que foi seleccionado.

Alternativamente, um componente Visual Basic pode não ter nenhuma interface do usuário, mas estará disponível para outros programas, fornecendo os objectos que implementam a funcionalidade. Isto permite processamento server-side ou um modelo add-in.

A linguagem recolhida tem uma grande biblioteca de objectos de utilidade. Ao contrário de muitas outras linguagens de programação, Visual Basic não “case sensitive” (susceptível a maiúsculas/minúsculas). Comparações de strings podem ser feita com “case sensitive” se assim for desejado.

Visual Basic gerou o primeiro mercado de componentes reutilizáveis comercialmente viável. Existem milhares de componentes de hoje disponível a partir de centenas de fornecedores. Um dos pontos contra o Visual Basic é o facto de que não é uma linguagem muito”portátil”, isto é, funciona apenas no Windows, embora de que já ter sido lançada uma versão de DOS. Mas apesar disto a maior parte do código pode ser lida no Microsoft Office usando o VBA (Visual Basic for Applications), mesmo que estes estejam a correr no MAC OS.

Como já deu a entender o texto o VB pode ser utilizado para a criação de aplicações, programas complexos e jogos, algo muito na moda hoje em dia.

Alguns jogos em Visual Basic na hiperligação http://vbgames6.homestead.com/game.html.

Línguas derivadas:

Þ Visual Basic. NET é uma actualização “invertida”, incompatível, do Visual Basic 6.0, e faz parte da plataforma da Microsoft. NET.

Þ Visual Basic for Applications (VBA), antevê a capacidade de criar macros, e é construído em todos os produtos da família Microsoft Office, e também em vários produtos de terceiros como WordPerfect Office 2002 e Visio.

Lisp

Características e dados históricos:

Criada originalmente em 1958, por John McCarthy aquando este frequentava o MIT (Massachusetts Institute of Technology) Lisp é actualmente a segunda mais antiga linguagem de programação de alto nível ainda em uso alargado hoje, sendo que a linguagem mais antiga é o Fortan. Desde a criação do Lisp este mudou muito, e uma série de variantes desta linguagem existiram desde então. Scheme e Common Lisp são os dialectos mais conhecidos hoje em dia, desta antiga linguagem.

Lisp é uma família de linguagens de programação funcional, com uma longa história. Desenvolvida inicialmente como um modelo prático de computação (em comparação com a de Alan Turing), que mais tarde se tornou a linguagem preferida de pesquisa da inteligência artificial, durante o auge do campo na década de 1970 e 1980. Linguagens Lisp são hoje utilizadas em vários campos, desde o desenvolvimento de Web até ao financiamento, e também é comum no ensino de ciência da computação.

Lisp o nome provém de "List Processing". Listas ligadas são uma das estruturas de dados, e todos os comandos básicos funcionam nos vários dialectos de Lisp.

Lisp é uma linguagem orientada a expressões. Ao contrário da maioria de outros idiomas, não é feita a distinção entre "expressões" e "declarações", todo o código e dados são gravados como expressões. Macros. O grande diferencial de Lisp é as macros. As macros são completamente diferentes das que se encontram em C, pois estas somente fazem substituição de texto, enquanto, em Lisp as macros são programas que originam programas. Quando uma expressão é avaliada, ela produz um valor, ou até uma lista de valores, que depois podem ser encaixados noutras expressões.
McCarthy inseriu dois tipos de sintaxe: expressões-S (Symbolic Expressions), e expressões-M (Meta Expressões), que traduzem as funções de expressões-S. Expressões-M nunca foram muito utilizadas, e quase todos os Lisp's hoje em uso utilizam expressões-S para manipular os códigos e dados.
O uso consecutivo de parênteses na expressões-S tem sido criticado, mas esta sintaxe de expressão é também responsável por grande parte do poder Lisp: a sintaxe é extremamente regular, o que facilita a manipulação por computador.

Dialectos historicamente importantes

* LISP - Criação de McCarthy, a versão original.

* Maclisp - Desenvolvido para o Project MAC do MIT (não esta relacionado com o MAC OS)

* Franz Lisp - Originalmente um projecto da Berkeley, foi mais tarde mantido por Franz, Inc.

* InterLsip - desenvolvido no MIT foi mais tarde usado nas máquinas Xerox Lisp.

* ZetaLisp - “descendente” directo do Maclisp.

Java

Características e dados:

Java, inicialmente intitulado Oak (nome proveniente dos carvalhos existentes perto do escritório de Gosling), foi desenvolvido por James Gosling, porque a Sun estava a ter dificuldade em usar o C++, como parte de um de outro projecto. Java foi projectado para não “esforçar” muito as pequenas máquinas onde corria. Esta língua é baseada em C++, mas sem muitos dos recursos complexos e difíceis de usar do C++.

Java não conseguiu capturar o mercado, apesar das tentativas, umas delas foi a criação de um pequeno ecrã táctil com software próprio. Apesar da boa ideia técnica a Java comercialmente não consegui torna-la rentável.

A Internet apareceu em grande no ano de 1995, mas as páginas Web eram muito estáticas. Com isto em mente a Java rapidamente se tornou a ferramenta ideal para resolver as estáticas páginas Web, isto porque corria em vários sistemas operativos ligados á internet. A Netscape licenciou a Java por volta de 1995 para o seu navegador. Num pequeno intervalo de tempo, muitas applets (que operam dentro de um navegador) foram construídas e a Java depressa ganhou aceitação e crédito.

A primeira grande característica da Java é orientação por objectos, OO, refere-se a um método de programação em que são fornecidos certos “objectos” que interagem com outros objectos. Quando juntamos dados e códigos obtemos os objectos. Um objecto pode ser considerado um conjunto auto-contido de comportamento (código) e condição (os dados). O princípio é separar as coisas que mudam das coisas que permanecem inalteradas, geralmente, uma mudança de algumas estruturas de dados requer uma mudança correspondente ao código que opera nesses mesmos dados, ou, ao contrário. Esta separação em objectos coerentes fornece uma fundação mais estável para projectar designs de sistemas de software. O propósito disto é fazer com que grandes projectos de software sejam mais fáceis de gerir, aperfeiçoando assim a qualidade e reduzindo o número de projectos falhados.

A segunda característica mais importante é a independência de plataforma, isto é, os programas escritos em linguagem Java devem ser executados de forma semelhante em diferente hardware.
Algo assim é conseguido compilando o código da linguagem Java até “meio caminho” para instruções do engenho em bytecode simplificada, sendo estas instruções específicas para a plataforma Java.
A licença da Sun para Java insiste que todas as implementações sejam "compatíveis". Alguns fornecedores, nomeadamente a Microsoft, têm insistido sobre a adição de características de plataforma específicas (no caso da Microsoft, para o Windows) e a Sun reagiu de forma vigorosa. Muitos observadores da indústria viam as extensões da Microsoft para Java, como parte de uma estratégia de abraçar e estender a obtenção ou extinção da Java como uma plataforma concorrente à API do Windows. Depois de a Microsoft insistir em manter as suas variações incompatíveis, a Sun processou e ganhou, a Microsoft pagou cerca de 20 milhões de dólares americanos e uma ordem judicial a reforçar os direitos e termos de licença da Sun.

Devido a este facto a Microsoft deixou de parte todas as aplicações Java nos seus próprios produtos, mas a Sun colocou disponível na internet versões grátis das aplicações necessárias para correr aplicações Java. Com este texto é possível concluir que a linguagem Java está, actualmente orientada para a criação de aplicativos da Web.

C

Esta linguagem foi desenvolvida nos Laboratórios Bell em 1972 por Ken Thompson e Dennis Ritchie. Muitos dos seus princípios e ideias foram retirados da língua anterior B e algumas linguagens anteriores á B, tais como a linguagem BCPL e CPL.

O poder de C, e a sua flexibilidade rapidamente se tornaram evidentes. Devido a isso, o sistema operacional Unix, que foi originalmente escrito em linguagem de montagem, foi quase imediatamente reescrito em C (apenas o código de linguagem de montagem necessária para "bootstrap" o código C foi mantido). Durante o resto da década de 1970, C espalhou-se por muitas faculdades e universidades por causa de sua íntima ligação com o Unix e a disponibilidade de compiladores C. Rapidamente muitas organizações começaram a usar as suas próprias versões de C criando problemas de compatibilidade. Em resposta a isso, em 1983, a American National Standards Institute (ANSI) formou um comité para estabelecer uma definição padrão de C, que ficou conhecido como padrão ANSI C. Hoje, C é usado em larga escala com uma rica biblioteca padrão de funções.

C é uma linguagem poderosa e flexível que permite a execução rápida do programa e impõe algumas delimitações sobre o programador. O poder de C e rápida execução dos programas advém de sua capacidade de acesso a comandos de baixo nível, idênticos á linguagem de montagem, mas com uma sintaxe de alto nível. C inclui os operadores bitwise, juntamente com poderosos recursos de manipulação do ponteiro. Este impõe poucas restrições sobre o programador.

A linguagem C pode ter a opção de verificação de escrita desactivada, isto pode ser uma grande vantagem para o utilizador experiente, mas para o novato isto pode, e normalmente é algo preocupante e que não oferece segurança no programa criado.

Outro ponto forte do C é o seu uso de modularidade. Secções de código podem ser armazenadas em bibliotecas para reutilização em futuros programas. Este conceito de modularidade também ajuda com a portabilidade C e velocidade de execução. Porém a linguagem C deixa de fora muitos recursos incluídos no núcleo de outras línguas. Um exemplo disto são as funcionalidades complexas, tais como I / O, de manipulação de sequência de caracteres e funções matemáticas de forma consistente delegada rotinas de biblioteca.

Resumindo os pontos positivos a linguagem C é bastante portátil, simples, tem várias áreas onde pode ser aplicada, levando isto tudo a uma fácil utilização.

A linguagem de programação C é utilizada em diversas áreas, mas a área com mais distinção é nos aplicativos do sistema operacional UNIX. A linguagem C também é usada em jogos de computador:

Þ Sistema operacional UNIX

Þ Jogos de computador

Bibliografia

http://pt.wikipedia.org/wiki/C_%28linguagem_de_programa%C3%A7%C3%A3o%29

http://www.cs.cf.ac.uk/Dave/C/node4.html#SECTION00410000000000000000

http://pt.wikipedia.org/wiki/Lisp

http://pt.wikipedia.org/wiki/Visual_Basic

http://pt.wikipedia.org/wiki/Linguagem_de_programa%C3%A7%C3%A3o

http://www.ccuec.unicamp.br/treinamento_int2004/lingc/tsld005.htm

Writing Services

Essay Writing
Service

Find out how the very best essay writing service can help you accomplish more and achieve higher marks today.

Assignment Writing Service

From complicated assignments to tricky tasks, our experts can tackle virtually any question thrown at them.

Dissertation Writing Service

A dissertation (also known as a thesis or research project) is probably the most important piece of work for any student! From full dissertations to individual chapters, we’re on hand to support you.

Coursework Writing Service

Our expert qualified writers can help you get your coursework right first time, every time.

Dissertation Proposal Service

The first step to completing a dissertation is to create a proposal that talks about what you wish to do. Our experts can design suitable methodologies - perfect to help you get started with a dissertation.

Report Writing
Service

Reports for any audience. Perfectly structured, professionally written, and tailored to suit your exact requirements.

Essay Skeleton Answer Service

If you’re just looking for some help to get started on an essay, our outline service provides you with a perfect essay plan.

Marking & Proofreading Service

Not sure if your work is hitting the mark? Struggling to get feedback from your lecturer? Our premium marking service was created just for you - get the feedback you deserve now.

Exam Revision
Service

Exams can be one of the most stressful experiences you’ll ever have! Revision is key, and we’re here to help. With custom created revision notes and exam answers, you’ll never feel underprepared again.